21. Dezembro 2017 - 17:00 até 20:00
Compartilhá-lo no:

Litha - Solstício de Verão | Quinta, 21. Dezembro 2017

Litha - Solstício de Verão

Significado:
O Solstício de verão ou Litha é comemorado no dia 21 de dezembro no hemisfério sul e no hemisfério norte celebra-se no dia 21 de junho, é o dia mais longo do ano, é o ápice do verão. O mês de dezembro em gaélico se chama Nollaig. Em galês este festival é conhecido como Alban Hefin, Feil Seathain ou a Luz do Verão, é o êxtase máximo da união sagrada dos deuses na natureza, onde o poder da criação está mais ativo e o Sol finalmente atingiu o seu apogeu.
O nome Litha é relativamente moderno e provavelmente é derivado da palavra saxã que significa "o oposto de Yule” (natal ou solstício de inverno).
Litha marca o primeiro dia do verão sendo um dos oito sabás do paganismo. O termo pode ser usado especialmente no calendário Wicca e Asatrú. Litha é um a celebração do fogo, momento em que o poder do Sol chega ao seu ápice e as flores, as folhagens e os gramados se encontram em abundância na Natureza. É o dia longo do ano, no qual o poder da luz se encontra acima da escuridão, garantindo poder e proteção. Nesse período celebramos a abundância, a luz, a alegria, o calor e o brilho da vida proporcionada pelo Sol. Nesse instante o Sol transforma as forças da destruição com a luz do amor e da verdade. Litha é um período mágico onde o véu que separa o nosso mundo do mundo das fadas está mais fino.
O Litha é um Sabbath do auge do poder do sol, solstício de verão. É quando o Deus solar está em seu poder máximo, esse período é quando as plantas tem maior carga de poder, pois estão bem energizadas pelo astro rei, é um sabá propício para casamentos. Antigamente, os casamentos eram celebrados em junho para garantir-se a fertilidade, sendo esta uma data muito propícia, embora diferente de Beltane, que era reservada aos ritos de fertilidade e ao Casamento Sagrado das divindades.
O Solstício de Verão é o período de materialização de todas as nossas esperanças, onde projetos, sonhos e desejos lançados na época do plantio, começam a dar seus frutos, conforme o despertar da consciência, tornando-se realidade.

Entrada: Levar comida e bebida de acordo com a tradição para banquete comunitário

Comidas típicas a serem levadas por todos:
Frutas amarelas e cítricas em geral (laranja é um símbolo solar), mel, bolinho de canela, bolinho de ervas finas, bolo de fubá com erva-doce, maçã, patê de ervas e pão de cereais.

Bebidas típicas a serem levadas por todos:
Suco de laranja e cítricos em geral, chá de maçã e canela, chá de camomila, hidromel, água, ******* e vinho tinto.

Incensos, Ervas e Flores típicas:
Girassol, Camomila, Margarida, Flor de laranjeira, Flores amarelas ou vermelhas que sejam solares, Canela, Sálvia, menta, basílico, cebolinha, salsa, tomilho, hissopo, madressilva, urze vermelha, urze branca, lavanda, samambaia, visco, verbena, musgo, íris, sorveira, carvalho, abeto, pinheiro, sementes de anis, aveleira, alecrim, louro.

Traje:
Cor Amarelo, laranja, verde e Dourado.

Pedras preciosas: cornalina laranja, rubi, diamante, conchas do mar, quartzo branco, âmbar, citrino, olhos-de-tigre, topázio amarelo, turmalina amarela, peridoto, cornalina, calcita laranja ou amarela.

Data e Local:
21 de Dezembro (Quinta-feira) - 17hs
Estrada Cantagalo/Sobradinho- Sítio da Serra Encantada km 12 STL São Thomé das Letras-MG.
Após Cidade das Estrelas, uma cruz pequena azul ao lado direito, primeira porteira a esquerda, sobe sentido paredão, segunda porteira onde tem uma casa e um curral rosa, próxima casa chegou.
Informações: contato@
Comentários
Sem comentários, ainda.