02. Fevereiro 2060 - 0:00
Compartilhá-lo no:

LUTA Pela Vida Das Mulheres! | Praça Do Campo Grande SSA | Segunda, 02. Fevereiro 2060

*Texto original by Stefanie Cirne*
Intensificando ainda mais a violência que atravessa os corpos femininos, o legislativo brasileiro adere a um novo golpe sobre nossas vivências: aprovar o Projeto de Lei nº 5.069, que tem autoria do incansável Eduardo Cunha e prevê impor ainda maior pesar às vítimas de violência sexual. De acordo com a proposta, o oferecimento de pílula do dia seguinte para mulheres vítimas de estupro será prerrogativa retirada da norma vigente, assim como sairá da lei a obrigação de fornecimento de informações às vítimas sobre os direitos legais que possuem e sobre todos os serviços sanitários disponíveis. O texto acabou de ser aprovado na Comissão de Cidadania e Justiça da Câmara nacional, e poderá ser apreciado para votação. Coagir mulheres vítimas de estupro a gestar um eventual embrião resultado de suas violações é re-vitimá-las, obrigando-as a carregar o peso físico, psicológico e simbólico de terem sofrido uma violência já traumática e irremediável. É momento de LUTAR por todas as mulheres que, a cada dia, têm seus corpos ameaçados ou invadidos pela dor da misoginia e da cultura do estupro, e pela tentativa de que nos retirem a voz e o espaço sobre nossa própria existência. Não aceitaremos a institucionalização das violências às quais somos expostas, não toleraremos retrocessos acerca de nossas prerrogativas. O corpo é nosso, a vida é nossa. A escolha deve sempre ser nossa. #NÃOAOPL5069

O intuito desse evento é estender nosso o grito para além das redes sociais!! Vamos manifestar (PACIFICAMENTE) o nosso repúdio aos canalhas que justificam sua perversão por meio da religião!

ATENÇÃO! Em virtude do evento dos militares, que irá ocorrer no mesmo dia e horário que o nosso, MUDAMOS para o Campo Grande (NA PRAÇA EM FRENTE AO TCA).